5 conselhos para organizar a aprendizagem de uma língua estrangeira

Inicialmente, este artigo foi escrito em italiano por Luca, que se ocupa do blog MosaLingua em italiano. Eu traduzi e adaptei este artigo, inserindo notas pessoais.

A importância de organizar a aprendizagem e seus objetivos

5-conselhos-para-organizar-a-aprendizagem-de-uma-lingua-estrangeira-mosalinguaHá uma quantidade incrível de pessoas de todas as idades que se lançam na aprendizagem de uma língua estrangeira, seja realizando cursos ou através da autoaprendizagem. Há inúmeras razões para aprender uma língua estrangeira e, contrariamente a certas crenças, é possível aprender em qualquer idade – e cada idade possui suas próprias vantagens e ferramentas.

Infelizmente, inúmeras pessoas fracassam em seu aprendizado ou abandonam os estudos no meio da caminho. Esse tipo de coisa ocorre principalmente por falta de objetivos concretos, de planejamento e de engajamento, que acarreta em falta de resultado visível, que transforma-se rapidamente em desmotivação.

Ao começar a aprender uma língua estrangeira, é muito importante estimar quanto tempo vai ser consagrado ao aprendizado. Com base em seu engajamento e sua motivação, é possível planejar um programa personalizado, que delimita o número e a duração das sessões de aprendizagem e que determina as atividades que devem ser realizadas.

Este artigo oferece alguns conselhos de como  planejar as sessões de aprendizagem de uma língua estrangeira de modo eficaz.

Determine a frequência e a duração das sessões

Não digo nada de novo quando falo que é melhor passar 10 minutos por dia aprendendo uma língua do que fazer um sessão intensa de 3 horas por mês. A repetição assídua e a regularidade são as ferramentas mais preciosas para qualquer tipo de aprendizagem.

Quanto tempo você pensa em consagrar à aprendizagem?

15 minutos, 30 minutos, 1 hora por dia? Você também pode decidir não estudar todos os dias, intercalando sessões de estudo a cada dois dias, por exemplo. Em termos de tempo de estudo, é preciso ser realista, pois é inútil mentir para você mesmo, fazendo planejamentos impossíveis de seguir.

Leia o relato pessoal de Luca sobre essa questão: “Quando eu estava na universidade, sacrifiquei muito tempo para aprender francês, 2 horas por dia (com exceção dos domingos). Fiz isso porque eu precisava aprender rapidamente a língua. Eram cursos intensivos, porque eu havia necessidades urgentes de trabalho. Eu terminei meu curso de francês em 5 meses. Atualmente, estou melhorando meu espanhol. Mesmo trabalhando e resolvendo vários assuntos, eu consigo dedicar 20 minutos diários aos estudos, em sessões geralmente curtas, de 10 a 20 minutos cada uma”. É importante atentar para o fato de que, além de trabalhar no MosaLingua, Luca também ocupa um cargo importante em uma empresa francesa.

Como respeitar seu próprio planejamento?

É a parte mais difícil. Você decidiu consagrar tempo para aprender uma língua estrangeira, mas está confiante que vai respeitar seu engajamento? Ou vai abandonar seu aprendizado após 2 semanas?

Respeitar um programa pode ser difícil! Em geral, é melhor refletir por alguns instantes e aprender a analisar seus próprios engajamentos ao mesmo tempo que decide respeitá-los.

Aqueles que pegam metrô ou outro tipo de transporte público de trajeto longo pela manhã podem aproveitar esses momentos diurnos, quando o cérebro ainda está em seu melhor momento, para memorizar novos conhecimentos. Por que não aproveitar também para fazer mais uma sessão de estudo após o trabalho ou a faculdade assim que você voltar para casa (ou após uma hora de descanso)?

Meu conselho é que você registre suas atividades em uma agenda, um calendário ou no notebook, a fim de “sentir” de certa maneira o peso de seu engajamento, de modo a poder respeitá-lo.  Você também pode se engajar publicamente através de seus familiares e amigos ou ainda por meio do Facebook. O fato de relatar publicamente seu engajamento aumenta a possibilidade de realizá-lo.

Aconselho também a programação de um alerta em seu celular e, talvez, com frases de motivação, como por exemplo: “um novo passo para o sucesso presente de aprender perfeitamente espanhol”. Pessoalmente, utilizava o início de um caderno para isso, mas programo os alertas em meu iPhone atualmente. Tenho amigos que usam agenda em arquivo Excel. Qualquer tipo de método é possível, desde que não lhe deixe escapar de suas sessões de aprendizagem.

Estabelecer objetivos para quantificar o progresso

Estudar em um ritmo regular não é somente muito eficaz, mas também serve para criar e manter a motivação. Na verdade, quanto mais você repetir, mais rápido vai ser seu progresso – e isso vai lhe motivar a continuar avançando em seu aprendizado. Porém, para se manter motivado, é bom estabelecer objetivos realistas e, de tempos depois, avaliar os resultados.

Para aprender vocabulário, você pode decidir estudar 10 novas palavras por dia, escrevendo-as em um caderno,  documento Word ou utilizando um programa de repetição espaçada que ajuda na memorização, tal como MosaLingua ou Anki, nos quais você pode armazenar os flashcards correspondentes às palavras estudadas, bem como suas traduções e uma ou duas frases para contextualizá-las.  Em cinco minutos, você pode memorizar 10 palavras. Assim, no primeiro mês, vai enriquecer seu vocabulário com aproximadamente 300 palavras  (10 x 30 dias), 600 em 2 meses e assim sucessivamente. Você vai ver que isso não toma muito tempo. O essencial é manter a regularidade.

Para a  compreensão oral, você pode decidir, por exemplo, assistir diariamente ao telejornal de um canal transmitido na língua que você estiver estudando. Você pode decidir assistir a uma série de TV  ou se inscrever em um podcast através do seu iPhone ou leitor MP3.

Eu lhe aconselho a anotar suas dificuldades no início (ex.: “Eu compreendo somente algumas palavras”). Assim, no fim do primeiro mês, você pode avaliar seu progresso, e os bons resultados vão lhe impulsionar a continuar no mesmo ritmo ou mesmo intensificá-lo. Se hoje eu posso assistir a um filme em inglês sem problemas, é graças aos 10 minutos por dia consagrados a assistir o telejornal da  BBC.

Então o essencial é estabelecer objetivos realistas, anotá-los, engajar-se a segui-los e avaliar seu progresso.

Diversificar sua aprendizagem 

Mesmo consagrando apenas 20 minutos por dia a sua aprendizagem, você pode variar as atividades para não se cansar e para trabalhar competências diferentes. A chave do sucesso é utilizar suportes de aprendizado que lhe interessem. E, graças à internet, você certamente vai encontrar coisas que despertem seu interesse.

Se você adora atualidades, por exemplo, pode começar sua aprendizagem assistindo a telejornais (TV ou internet) durante os primeiros 5 minutos.  Em seguida, você pode memorizar novas palavras durante os 5 minutos seguintes. Finalmente, pode ler e repetir a leitura de artigos, que tratem de assuntos que lhe interessem, por 10 minutos.

No dia seguinte, você pode mudar as atividades, focando na escrita por 10 minutos. Você pode, por exemplo, escrever artigos curtos (talvez começar seu próprio blog) e consagrar o restante do tempo ao enriquecimento de seu vocabulário. Se você não tiver coragem de criar seu blog, pode participar de fóruns na língua estudada (ex.: o fórum do WordReference) ou encontrar correspondentes para trocar e-mails.

Uma vez por semana, você pode consagrar seu tempo a uma sessão de conversação com um amigo que domine o idioma estudado por você. Isso pode ser feito através, por exemplo, de couchsurfing, Facebook ou Skype. Outra alternativa é encontrar um parceiro de idiomas em comunidades de intercâmbio linguístico.

Diversifique suas atividades de aprendizagem de línguas, de modo a manter não somente seu interesse, mas também a permitir que você melhore suas competências em todos os níveis (leitura, escrita, oral, etc.).

Inserir, nas sessões de estudo, atividades divertidas e relaxantes 

5-conselhos-para-organizar-a-aprendizagem-de-uma-lingua-estrangeira-mosalinguaSe você gosta de games, por que não jogar aqueles baseados em línguas? Você pode, por exemplo, jogar scrabble ou fazer palavras cruzadas. Esses jogos vão lhe ajudar a enriquecer seu vocabulário e fazer novos amigos.

Há uma variedade de jogos on-line gratuitos:

Se você preferir, pode folhear um livro de história em quadrinhos escrito em língua estrangeira. Esse tipo de livro é mais fácil de ler que um romance. Você também pode ouvir uma música estrangeira no modo caraoquê, para poder visualizar sua letra (veja nosso artigo sobre a aprendizagem de idiomas através da música).

Por agora, é isso. E não hesite em compartilhar conosco suas dicas através  da seção de comentários. Além disso, se você gostou deste artigo, por favor, clique no botão abaixo. Isso vai nos ajudar muito.

Você gostou deste artigo?

Um clique é gratuito, mas muito importante para nós:

Você vai adorar o Clube de Aprendizagem de Idiomas do MosaLingua

Milhares de pessoas estão se beneficiando com nosso clube
Por que você ainda não? É 100% gratuito:

Comments

  1. Muito bom estou começando agora espero que eu consiga aprendee

    • Olá, Davi! Boa sorte e… conte conosco! O blog é o espaço em que todos nós, da Equipe MosaLingua, compartilhamos dicas práticas para a aprendizagem de idiomas. Abraço!

Speak Your Mind

*