Você já tentou ler em inglês ou na língua que está aprendendo? Então, com certeza já se perguntou “o que ler”? Especialmente se você for um iniciante, é provável que tenha achado isso difícil ou até mesmo frustrante. A razão é bem simples: com frequência, nós escolhemos as leituras erradas, e acabamos desistindo.  Em um outro artigo, já falamos sobre por que ler pode ajudar você a progredir. Hoje, então, quero ajudar você a escolher o que ler para realmente se aprimorar em um idioma estrangeiro.

o que ler

O que ler para progredir em inglês (ou outra língua estrangeira!)

Hoje em dia, temos muitas opções de leitura: contos, romances, artigos online, revistas, histórias em quadrinhos e assim por diante. Aqui no blog mesmo você encontra, por exemplo, uma boa seleção de textos em inglês para o nível iniciante e outra com textos em inglês para o nível intermediário. Mas a verdade é que escolher leituras adequadas ao seu nível não é nada fácil.

Antes de tudo, vejamos por que você acha difícil ler. Quando lemos na nossa própria língua, estamos acostumados a entender quase todas as palavras. Como expliquei no meu vídeo sobre quantas  palavras você precisa conhecer para falar um idioma, um nativo conhece, passivamente, cerca de 70 mil palavras. Mas, quando estamos no nível iniciante ou intermediário, nosso vocabulário é bastante limitado. Por isso, não podemos esperar entender cada palavra de um texto em um idioma estrangeiro.

Só que, infelizmente, é exatamente o que a gente espera… A verdade é que, quando você lê no idioma que está aprendendo, precisa aceitar o fato de que não vai entender todas as palavras. Você realmente precisa usar o contexto pra entender o sentido geral.

O contexto está sempre lá pra ajudar você a entender as linhas gerais do que está lendo. E, se você realmente “travar”, sempre pode pesquisar o significado da palavra. Apesar disso, eu realmente sugiro que você não interrompa sua leitura com frequência. Do contrário, ler vai se tornar um fardo. O que você pode fazer é anotar a palavra e pesquisar seu significado depois.

Comece com textos curtos

Outra dica que posso dar, na hora de escolher o que ler, é que você comece com artigos e histórias curtas. Quanto mais longo o texto, mais chances você tem de desistir. Nós com frequência sentimos necessidade de terminar o que começamos, e ler um romance inteiro em um idioma estrangeiro não é nada fácil no início.

Estas são estratégias ótimas, mas você não vai conseguir aplicá-las se escolher um livro ou artigo que seja difícil demais pra você. Quando se trata de ler em um idioma estrangeiro,
você basicamente tem duas escolhas:

  1. material escrito para os nativos
  2. material escrito e indicado para quem está aprendendo a língua

Na primeira categoria, você vai encontrar muita coisa sobre os seus interesses e hobbies. Embora ler o que os nativos leem seja mais atraente, eu não recomendo isso para quem está no nível iniciante ou intermediário. Por outro lado, se você já tem um nível avançado, poder ler qualquer coisa que queira, desde que aceite não ter que conhecer cada palavra e expressão que irá encontrar.

Mas este vídeo é voltado principalmente aos níveis iniciante e intermediário. Então, se você realmente quer ler o que os nativos leem, você tem basicamente duas possibilidades: histórias infantis ou quadrinhos.


Histórias infantis

Histórias infantis muitas vezes são recomendadas para iniciantes, mas se você tentar lê-las, vai rapidamente notar que elas não são a melhor opção. Primeiro, porque geralmente não são interessantes para adultos. Depois, porque elas com frequência trazem palavras ou frases que não são muito úteis ou muito usadas.

Pra dar um exemplo, eu li diversos livros em romeno sem muita dificuldade. Mas quando tentei ler uma história infantil em romeno, para o meu filho, descobri que havia muitas palavras que eu não conhecia. Quando pedi à minha esposa para traduzir, eu descobri a razão: essas histórias eram totalmente inúteis pra mim. Porque, como adulto, eu nunca tive necessidade de aprender aquilo. Estou falando sobre palavras como “dente-de-leão”, “joaninha” e “veludo”, por exemplo.

Quadrinhos e graphic novels

Ao invés disso, sugiro que você use quadrinhos e graphic novels, que oferecem duas “muletas” nas quais você pode se apoiar:

1) contexto, o que vale para a maior parte das leituras, e

2) imagens

As imagens dos quadrinhos geralmente são úteis pra nos ajudar a entender o contexto do que estamos lendo. E você terá muitas opções, porque muitos quadrinhos populares foram traduzidos em milhares de línguas. Não deixe de conferir, neste outro artigo aqui do blog, a lista de quadrinhos que nós recomendamos para quem está aprendendo idiomas.

Graded readings

Se você não gosta de quadrinhos, pode dar uma olhada na outra categoria que eu mencionei: material escrito especificamente para quem está aprendendo idiomas. Vamos começar com um recurso muito popular: os “graded books“.

Um “graded book” é um recurso “facilitado” de leitura, que foi adaptado para ser compreendido por iniciantes. Então, se você é um iniciante, pode ler uma história ou um romance que foi simplificado especificamente para o seu nível. A Pearson e a Penguin são duas editoras conhecidas que oferecem uma boa quantidade de “graded books”.

Séries de short stories

Uma outra boa opção são as séries de “short stories“, ou contos para iniciantes, do nosso amigo Olly Richards. Ao invés de simplificar textos já existentes, o Olly escreveu várias histórias originais classificadas por nível. Eu li muitos desses textos no passado, e devo dizer que eles são úteis e divertidos ao mesmo tempo.

Essa é uma das razões pelas quais nós decidimos inserir textos classificados por nível na nossa plataforma de aprendizagem, parte do MosaLingua Premium (Web & Mobile). Por exemplo: nós temos muitos textos para iniciantes e, com o nosso plug-in MosaDiscovery, sempre que você sente necessidade de pesquisar uma palavra ou frase, tudo o que precisa fazer é clicar nela para ver a tradução. E, com um segundo click, você pode até criar um flashcard que pode usar para memorizar essa palavra ou frase.

Livros bilíngues e livros interlineares

Você também pode ler livros bilíngues, que trazem, em uma página, a língua que você está aprendendo, e na outra, sua língua nativa. Isso é muito útil, porque sempre que você se depara com uma palavra ou frase que não entende, pode verificar o texto da outra página para ver a tradução na sua própria língua.

Na mesma família dos livros bilíngues há os livros interlineares. Aqueles em que a tradução está logo abaixo do texto, linha por linha. Isso é muito prático e útil, ainda que possa nos distrair um pouco, já que é difícil focar no idioma original, no idioma que você está estudando, sem verificar a tradução.

É por isso que eu, pessoalmente, prefiro os livros bilíngues, em que o texto original e a tradução vêm lado a lado. Com os livros bilíngues, você primeiro se esforça para entender o que lê, e depois escolhe, deliberadamente, consultar a tradução se precisa de ajuda. Naturalmente, com livros bilíngues, você ainda precisa escolher algo adequado ao seu nível.

O que ler: o segredo para escolher

E por falar em dificuldade, o segredo é escolher algo que não seja nem fácil demais nem difícil demais pra você. Fácil demais significa que você continua dentro da sua zona de conforto, e que não está progredindo. Difícil demais fica entediante, frustrante e, muitas vezes, nos faz desistir.

Portanto, você deve escolher algo entre esses dois extremos, baseado na famosa teoria do “comprehensible input“.  Seu autor, o linguista norte-americano Stephen Krashen, explica que quem aprende um idioma progride quando recebe inputs” que estão um passo acima do seu nível atual.

Isso significa que você deve trabalhar com conteúdo que seja adequado para o seu nível, mas que gradualmente apresente novas ideias, palavras mais difíceis e assim por diante. Se você quer mais uma “mãozinha”, pode assistir ao meu vídeo sobre os benefícios de ler em um idioma estrangeiro.

BÔNUS: nosso artigo, em vídeo

Se você prefere vídeo, confira as dicas do Luca neste que segue aqui abaixo. O vídeo está em inglês mas, se você preferir, pode habilitar as legendas. Elas estão disponíveis em inglês, português e mais quatro idiomas. E, se quiser assistir ao vídeo direto no Youtube, basta clicar neste link. Depois, não se esqueça de curtir, ok?