Quais idiomas aprender? Os 7 idiomas mais importantes

Há uma enorme quantidade de boas razões para aprender uma língua estrangeira. Mas a principal motivação continua sendo o trabalho. Falar várias línguas tornou-se uma das competências mais úteis no mercado de trabalho. Quais são, então, os idiomas mais importantes? O inglês, mesmo sendo uma espécie de língua franca falada em todo o mundo nos dias de hoje, não é suficiente para quem deseja se comunicar em todos os ambientes de trabalho (em particular, em setores como turismo ou comércio internacional).

 Atualizado em 29.05.17Os 7 idiomas mais imp_feat image

Mas além do inglês, quais são as línguas mais úteis de aprender para encontrar um emprego?

Este artigo vai tentar responder a essa questão para quem deseja escolher uma segunda língua estrangeira (LV2) depois do inglês, mas se sente desorientado em meio a tantas opções. Todas as línguas são úteis, de modo que há várias razões para você que você aprenda um idioma estrangeiro. Neste artigo, analisamos os 7 idiomas mais importantes, depois do inglês — 3o idioma com maior número de falantes nativos (depois do mandarim e do espanhol), idioma ou oficial de trabalho de diversas organizações internacionais, é o principal idioma na área de relações internacionais.

Não são exatamente as línguas mais fáceis de aprender, mas se você pretende aprender uma segunda língua por conta do seu trabalho, então é indispensável fazer uma análise mais específica, com base em seu ramo de atividade.

Os critérios escolhidos para determinar as línguas estrangeiras mais úteis de aprender

É possível identificar três critérios que determinam a importância e a prioridade de aprender uma determinada língua estrangeira:

• Sua difusão no mundo
• Seu aspecto econômico e político
• Sua proximidade geográfica

Segundo o livro Ethnologue de M. Paul Lewis, as “top 10”  línguas nativas mais faladas no mundo, tirando o chinês (que compreende o conjunto das 12 línguas faladas na China), são: espanhol, inglês, árabe, híndi, bengali, português, russo, japonês e alemão (veja o quadro completo).

É importante também levar em conta as questões econômicas e políticas — ou seja, as línguas faladas nos países com os quais o Brasil tem boas relações diplomáticas e comerciais. Por exemplo, Canadá (inglês e francês), China (mandarim) e países do Mercosul (espanhol).

A questão geográfica também deve ser considerada para que você se decida e aprenda um idioma estrangeiro. Quase todos os países que fazem fronteira com o Brasil têm como língua oficial o espanhol, de modo que esta é uma língua importante do ponto de vista geográfico.

Aqui estão, então, os 7 idiomas mais importantes para um brasileiro aprender, de acordo com dados de uma consultoria especializada no mercado de trabalho local, a partir da análise de vagas de emprego abertas em 2016. 

INFOGRÁFICO:

Os idiomas mais importantes no mercado de trabalho brasileiro

 idiomas mais importantes

EM DETALHE:

Os idiomas mais importantes no mercado de trabalho brasileiro

  1. Espanhol

    A língua espanhola é a língua mais falada no mundo depois do inglês. É também a língua nativa de mais de 440 milhões de pessoas, em mais de 44 países ao redor do mundo.

    O espanhol é um das línguas mais importantes do mundo, sobretudo para os brasileiros, por conta de nossa proximidade geográfica com países que falam essa língua. Além de ser o idioma de nossos vizinhos e do Mercosul, é uma língua das línguas mais fáceis de aprender, para a maior parte dos brasileiros.

    A Argentina costumar figurar anualmente entre os três principais destinos das exportações brasileiras. Além disso, cerca de 25% dos produtos brasileiros vendidos para o exterior têm como destino os países do Mercosul. Os países do bloco são também o principal mercado para a exportação de produtos brasileiros manufaturados.

  2. Francês

    O Canadá e a França, que possuem o francês como língua oficial, mantêm boas relações diplomáticas e econômicas com o Brasil. Além disso, o francês é falado por mais de 290 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo a língua oficial (ou uma das línguas oficiais) de países como Suíça, Mônaco, Luxemburgo, Bélgica, entre outros.  O francês é também a língua oficial da OTAN, das Olimpíadas, da Cruz Vermelha e de outras organizações. Ou seja, não faltam razões para aprender francês.

    Quem trabalha com games pode conseguir um bom emprego na província de Quebec, no Canadá, se souber falar francês. O francês é indicado também para quem deseja seguir carreira diplomática e para aqueles que pensam em estudar culinária na França. A França, hoje, é ainda um dos principais produtores mundiais nos setores de produtos farmacêuticos, telecomunicações, aeronáutica e energia.

    O Brasil é hoje o maior parceiro comercial da França na América Latina. Mais de 500 empresas francesas estão estabelecidas no País. Ao todo, elas empregam mais de 250 mil pessoas.

  3. Japonês

    Embora ofuscado, nos últimos anos, pela China em matéria de desenvolvimento econômico, o Japão continua sendo uma das grandes potências mundiais. Em 2014, o país figurou como o 2o principal parceiro comercial do Brasil na Ásia e o 6o no mundo. O japonês é falado por 122 milhões de falantes nativos e, portanto, continua sendo uma das línguas mais faladas no mundo.

    O Brasil é o país que abriga a maior população japonesa fora do Japão. Além disso, Brasil e Japão possuem sólidas relações comerciais. Engenheiros brasileiros podem obter boas oportunidades de emprego ou de negócios no Japão se souberem falar japonês. Setores como tecnologias da informação e das comunicações; nanotecnologia; tecnologia aeroespacial; robótica e novos materiais oferecem bom potencial de integração entre os dois países.

  4. Alemão

    Embora, para nós brasileiros, não esteja entre as línguas mais fáceis de aprender, o alemão é falado por mais de 90 milhões de pessoas em todo o mundo. Além disso, é a língua materna mais utilizada em países europeus, sendo o idioma adotado por países como Alemanha, Áustria e Suíça.

    A Alemanha é o principal parceiro comercial do Brasil na Europa e o 4o mais importante parceiro comercial brasileiro no mundo.

    Estudantes e profissionais brasileiros da área de engenharia podem usufruir de boas oportunidades de intercâmbio e trabalho na Alemanha se tiverem um bom nível de alemão.

    Localmente, somente no Estado de São Paulo, há mais de 800 empresas alemãs em operação. Juntas, elas geram mais de 250 mil empregos diretos.

  5. Italiano

    No mundo, há mais de 75 milhões de pessoas que falam italiano. Os falantes dessa bela língua estão espalhados por em mais de 34 países (Itália, Vaticano, Suíça, Brasil, entre outros). A língua italiana é também uma língua de artistas, bem como uma das línguas oficiais da União Europeia.

    Brasileiros da região Sul já estão acostumados a ouvir o italiano nas ruas e casas das pequenas cidades formadas por descendentes de italianos. Por ter descendência italiana, já participei de festas familiares nas quais o “Parabéns para Você” foi cantado em italiano. Essa é uma pequena prova de que o italiano ainda continua vivo em várias comunidades brasileiras e possui valor cultural em nosso país.

    Em termos de valor profissional, o fato de saber italiano pode abrir várias portas na carreira daqueles que trabalham com moda no Brasil ou pensam em seguir essa carreira. A parceria bilateral firmada há alguns anos entre Brasil e Itália prevê ainda a ampliação da cooperação nas áreas espacial, cultural e de energia, entre outras.

    Estima-se que cerca de 150 mil pessoas trabalhem hoje nas 900 companhias italianas, de diversos setores, instaladas no Brasil.

  6. Mandarim

    A população chinesa corresponde a um terço da população mundial. Além disso, a cada ano que passa, o país se fortalece na posição de potência econômica global.

    Embora a China esteja distante do Brasil e da América do Sul em termos geográficos, desde 2009, a China é o maior parceiro comercial do Brasil. Muitas empresas brasileiras, de startups a multinacionais, dependem da China para produzir ou comercializar produtos.

    Embora especialistas defendam que, profissionalmente, o inglês ainda é o principal idioma usado para fazer negócios com os chineses, dominar o mandarim (além do inglês, é claro!) pode ser um grande diferencial. Especialmente para quem trabalha no ramo industrial, comercial ou militar.

    O chinês é composto de 12 dialetos. O mais conhecido deles é o mandarimfalado por 94% dos chinesesA maneira de escrever em mandarim e suas diferentes pronúncias são consideras difíceis. Porém, o mandarim tem a vantagem de não usar tempo verbal, conjugação e nem gramática complexa.

  7. Árabe  

Idioma nativo de mais de 300 milhões de pessoas, o árabe é uma das línguas oficiais de 57 países. É também um dos idiomas oficiais da ONU, da Liga do Estados Árabes e uma das língua de trabalho da União Africana. É ainda a língua oficial de 5 dos 12 membros da OPEP, e de fortes economias acendentes da região do Golfo Pérsico, como Qatar e Emirados Árabes Unidos.

O conhecimento da língua árabe pode ser útil para uma carreira internacional em vários setores econômicos. Diversos países de língua árabe estão em uma das regiões mais ricas do mundo, com um coeficiente de crescimento da ordem de 120 por cento nos últimos cinco anos.

 

Baixe, GRATUITAMENTE, nossos 5 guias de conversação. Através deles, você vai aprender o básico para começar a falar inglês, espanhol, italiano, alemão e francês ainda hoje:

Depois de ver quais os idiomas mais valorizados no mercado de trabalho brasileiro, vale a pena conferir também, neste vídeo, os idiomas mais valorizados hoje mundialmente.  O áudio é em inglês, mas você pode habilitar as legendas no idioma que preferir!

Se preferir, assista ao vídeo no YouTube, curta e compartilhe! 

 Seguindo os três critérios de seleção descritos no início do post, podemos continuar nossa lista com o híndi, o coreano etc…

quais-idiomas-aprender-os-7-idiomas-mais-importantes-aplicativos-para-aprender-ingls-espanhol-francs-italiano-alemo--mosalingua

É claro que, se você vive e trabalha em um determinado país, precisa aprender a língua do lugar onde vive antes de mais nada, independentemente de critérios e tabelas!

Na tabela abaixo, apresentamos as 10 línguas mais faladas no mundo. Mas atenção: esse tipo de classificação é para você ter apenas uma ideia da importância de algumas línguas. Não é aconselhável levar essa classificação ao pé da letra, uma vez que esses dados não são fáceis de estimar e variam de fonte para fonte.

Classificação: Língua – País/Região – Número de Falantes (em milhões)

1. Mandarim – China, Singapura, Taiwan – 1 080
2. Inglês – Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia, Índia, África – 508
3. Espanhol – Espanha, América Latina – 382
4. Híndi – Índia, Paquistão – 315
5. Francês – França, Canadá, Bélgica, Luxemburgo, Suíça, África, Oceania, Antilhas, Sudeste da Ásia – 290
6. Russo – Rússia, CEI – 285
7. Malaio-indonésio – Indonésia, Malásia, Singapura, Brunei– 260
8. Árabe – Norte da África, Oriente Médio – 230
9. Português – Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Guiné Bissau – 218
10. Bengali – Bangladesh, Índia – 210

(Atenção: os números variam bastante em função dos critérios escolhidos)

Esperamos que este artigo seja para ajudá-lo(a) a escolher as línguas estrangeiras que pretende aprender. Não deixe de postar suas perguntas ou comentários logo abaixo!

Você gostou deste artigo?

Um clique é gratuito, mas muito importante para nós:

Você vai adorar o Clube de Aprendizagem de Idiomas do MosaLingua

Milhares de pessoas estão se beneficiando com nosso clube
Por que você ainda não? É 100% gratuito:

Related posts:

Comments

    • Que bom, Adriano! Boa sorte e bom aprendizado!

  1. Eu já falo inglês e estou atualmente estudando Francês. Estou pesquisando qual seria o terceiro idioma que eu poderia aprender e me beneficiaria no trabalho. Faço graduação atualmente na Área de Computação, minha ideia é mudar para o Canadá, porém gostaria de aprender um terceiro idioma. Terias alguma sugestão? Obrigado.

  2. Gostaria de saber se os brindes é realmente gratuito, como estamos num tempo em que tudo é falsificado, há sempre a dúvida
    aprender uma língua que não seja a que falamos em nosso país, é muito bom, principalmente para que possamos expandir mais os nossos conhecimentos e quando precisamos viajar e ficamos meio perdidos em como se comunicar.

    • Olá, Dea! Obrigada pelo seu comentário. Sem dúvida, aprender novas línguas é uma forma de abrir portas para o mundo! O MosaLingua oferece apps gratuitos (a versão LITE) para aprender Inglês, Francês, Italiano, Alemão e Espanhol. Para estes mesmos apps, e também os específicos para TOEFL, TOIC e de Inglês Médico, há também a versão PREMIUM. Um abraço!

  3. Para quem estuda no ramo de engenharia e já fala inglês, seria mais vantajoso aprender francês, alemão ou espanhol?

    • Olá, Déborah! Antes de tudo, obrigada pelo seu comentário. Quanto à sua dúvida, acho que a resposta depende muito da área da engenharia em que pretende atuar e das empresas em que gostaria de trabalhar. Talvez o melhor caminho, antes de escolher sua segunda língua estrangeira, seja avaliar o seu cenário profissional e as oportunidades que ele oferece. Um abraço e boa sorte!

    • Olá, Pedro, obrigada pelo seu comentário. Se você se refere ao Guia Mosalingua de Conversação, sim, ele é gratuito. Basta baixar e começar a praticar!

  4. Eu to a pensar em tirar um curso de Turismo. Acontece que a gente tem de escolher três linguas. Uma delas é o inglês, que é obrigatório mesmo que já se saiba falar, e as outras duas são escolhidas de entre 4 línguas diferentes (alemão, francês, espanhol e italiano). Eu já decidi que quero aprender italiano, mas para a minha terceira opção eu estou MUITO indecisa entre o francês e o alemão. O que eu faço? :/

  5. Realmente precisamos estar sempre atualizados,pois o mercado de trabalho está cada vez mais concorrido.

    • Olá, Marcelo! Obrigada pelo seu comentário. Realmente, dominar idiomas estrangeiros é um grande diferencial em termos de carreira. Abraço!

  6. Tenho 15 anos, aprendo inglês desde os 5 anos e espanhol desde os 7. Faço curso de francês há um ano e meio, e queria aprender italiano um dia. Pretendo fazer faculdade de Medicina (se eu não mudar de ideia, claro) aqui mesmo no Brasil. Os idiomas que eu souber falar farão uma grande diferença no mercado de trabalho? Ou apenas o inglês é o mais valorizado? Adorei o post!

    • Olá, Bruna! Obrigada pela mensagem. Muito bacana você ter começado a aprender idiomas desde cedo. Saiu na frente, né? Com relação à sua pergunta, embora seja difícil a gente determinar de antemão que idiomas serão realmente significativos na carreira de alguém, uma coisa é certa: quanto mais línguas a gente fala, mais amplos são nossos horizontes e, em qualquer que seja a área, quanto mais apto um profissional está a buscar conhecimento não importa onde, mais valorizado ele tende a ser… concorda? Um abraço!

  7. Ja sei falar inglês, estou interessado em aprender uma dessas lingua: Françês e Japonês, pretendo fazer faculdade de Historia.

    • Olá, Pedro! Obrigada pelo seu comentário. Nesse caso, continue acompanhando nosso blog. Este é o espaço em que a Equipe MosaLingua compartilha dicas e recursos para aprender diversos idiomas. Para o francês, por exemplo, não deixe de conferir essa página: https://www.mosalingua.com/pt/recursos-para-aprender-frances/ Abraço!

  8. E eu pensando em aprender latim… já falo inglês, francês e espanhol. Pra minha carreira não vejo outra língua como útil, e a relação do latim com o francês e o espanhol parece que ajudam a consolidar estes idiomas na minha mente.

    • Olá, André! Agradecemos muito pelo seu comentário. Sem dúvida, para quem domina o francês e o espanhol, estudar o idioma que deu origem a estas duas línguas parece super interessante. Sucesso pra você!

  9. Eu faço engenharia da computação e estou em dúvida entre aprender mandarim ou japonês. Não consigo decidir! Pelo fato de gostar da cultura do Japão fico mais balançando pro lado do japonês, mas sei que a importância do mandarim hoje em dia é muito grande. Vejo muita gente dizer que o Japão não costuma contratar engenheiros pra trabalhar na área de atuação a qual o profissional é formado. Que eles contratam pra atuar mais na area de tradução e intérprete e isso me desanima. No entanto nao sei se como engenheiro de computação o mandarim poderia ser um diferencial na minha área. Em fim… será que voce poderia me dar a sua opinião sobre isso? Agradeço desde já.

    • Olá, Carlos, obrigada pelo seu comentário! Os dois idiomas parecem igualmente interessantes. Talvez, para tomar sua decisão, valha a pena você primeiro definir exatamente em que área da engenharia da computação gostaria de trabalhar e, depois, conversar com pessoas que já atuem nessa área para ter uma ideia mais clara de que idioma seria mais útil pra você. Interessantes, tenho certeza, ambos são!

  10. Acho que vou começar no espanhol.

    • Pra nós, que moramos no Brasil, continua sendo uma opção interessante, Ingrid. Boa aprendizagem e… conte conosco!

  11. Parabéns pelo Site e pelos artigos, são de imensa relevância.

    • Olá, Miguel! Em nome da Equipe MosaLingua, obrigada! Se você tem interesse em aprender idiomas, passe por aqui mais vezes! Esse é o espaço em que nós compartilhamos dicas desenvolvidas a partir da nossa própria experiência de aprendizagem. Abraço!

  12. Olá, pretendo cursar Engenharia Aeroespacial e falo inglês. Para este ramo, qual a terceira língua mais indicada?

    • Olá, Gaby! Obrigada pelo seu comentário! Como você viu em nosso artigo, a França é um país que se destaca no campo da aeronáutica! De qualquer forma, é sempre interessante pesquisar com pessoas que já trabalhem nessa área e descobrir em que países estão, hoje, as empresas de ponta, que desenvolvam o tipo de trabalho que você pretende fazer no futuro. Abraço… e sucesso!

Speak Your Mind

*